Fundações em solos Amazônicos

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Fundações em solos amazônicos geologicamente recentes é um tema com poucas investigações geológicas e geotécnicas, o que o torna um assunto complexo.

As fundações são estruturas realizadas para distribuir a carga de um empreendimento, sendo uma das partes mais importantes em uma construção e para realizar uma boa execução é necessário, dentre outras coisas, conhecer bem o solo e condições específicas da região. No caso dos solos geologicamente recentes da Amazônia, ainda não existem tantos estudos aprofundados sobre o tema, por isso reunimos algumas informações importantes que precisam ser levadas em consideração, confira! 

O que são Fundações

É a ação utilizada para sustentar e distribuir para o terreno a carga de pressão que é gerada pela estrutura bem como a sobrecarga gerada. Existem vários tipos de fundações que podem ser divididas em dois grandes grupos, as fundações superficiais e as profundas. 

Fundações superficiais

Geralmente são realizadas com pequenas escavações, sem ter a necessidade da utilização de grandes equipamentos. Neste tipo de fundação, a carga é transmitida para o terreno, distribuindo a pressão para a base, em que a profundidade de assentamento em relação ao terreno adjacente é inferior a duas vezes a menor dimensão da fundação. 

Fundações profundas

Quando o solo superficial não apresenta resistência suficiente para sustentar as cargas é necessário realizar uma fundação profunda a fim de transmitir as cargas por meio do atrito lateral, pela resistência de base ou pela combinação de ambos. 

Leia também: Definição de fundações: conceito e procedimentos geotécnicos

Solos Amazônicos

Apesar da abundância de vegetação e rios, os solos da Amazônia não apresentam muitos nutrientes. São solos recentes, de apenas 300 anos e que ainda estão em formação, o que dificulta o seu entendimento.

Como projetar obras relevantes

Como ainda não existem muitos estudos aprofundados sobre o tema, o ideal é realizar ensaios para tentar conhecer melhor o local a fim de prevenir riscos. Neste caso, os gastos iniciais da obra podem ser maiores.

Porém, a imprevisibilidade dos solos da região são tão grandes que Luenny descreveu uma situação que ocorreu em Santarém, sua cidade natal, “passou a existir uma ilha em Santarém, do nada, tão grande que começou a ser loteada, passou a ter vários donos, foi para o registro de imóveis e o que aconteceu? A ilha desapareceu”.

Situação essa que é explicada muito bem por uma frase do escritor brasileiro Euclides da Cunha que diz “o rio Amazonas é o espetáculo mais bonito da Terra, mas o homem chegou antes do espetáculo estar pronto.” 

Quer saber mais sobre este assunto? Se inscreva em nosso canal do Youtube e assista aos vídeos sobre Fundações em Solos Amazônicos Recentes.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Mais conteúdo valioso